Meu Banco

Aqui agradeci, chorei, planejei… (Foto: Pepe Mélega)

Em minha última viagem a província de Corrientes, na Argentina, para a cidade de Ita Ibaté, meu amigo e reporter da Pesca & Companhia Lielson Tiozzo que me acompanhava me perguntou onde era o banco que mencionei num guia da região feito para a revista Pesca & Companhia e não tive a oportunidade de mostra-lo.

Agora aproveito para faze-lo, ai está o meu Banco, a ele não devo nada, só agradeço por estar lá. Por nele ter sentando logo após ter perdido meu pai, o amigo, o herói de todas as horas. Nele também sentei para pensar em minha querida filha, o melhor que tenho nessa vida em vários momentos, por várias vezes, mas um em especial que ali pedi ao universo que a protegesse e desse a ela sucesso na sua escolha de se mudar para os USA. Também agradeci pelo genro que ela me deu, não que ele me puxe o saco e me bajule, muito pelo contrario, mas por fazer minha filha feliz da maneira que o faz. Ali também tomei a decisão de onde jogar as cinzas de minha mãe após seu falecimento, foi como um aviso que me guiou a um lugar que ela gostava muito e a fez feliz. Ali sentei com um amigo querido num momento difícil para ele e vamos voltar novamente ao mesmo lugar para juntos tomarmos uma Stella e agradecer ao sol pelos belos momentos que temos em nossas vidas. Já estamos combinando né Sr.Tangerina (Juninho).

Esse é um lugar especial, não é o único em minha vida, que é fantástica e me proporciona sempre a estar em lugares fantásticos que já conheço e que conhecerei ainda. Mas é especial, é um lugar que já comemorei algumas vitórias importantes – não sou muito de competir mais, mas houve uma vez que decidi que precisava mostrar o que sabia e essa decisão foi ali tomada. Ali também resolvi não abandonar algo que gosto muito de fazer, que é o fotografar e pescar para a revista Pesca & Companhia. Lembro que pela segunda vez, de passagem por lá, parei para rever amigos e sentei-me ali para pensar se deveria continuar ou não – azar de vocês pois decidi que continuo a pescar e fotografar para a revista Pesca & Companhia que muito representa em minha vida, logo vocês vão ter que continuar a ver minha cara por lá.

Foi ali que em 2004 parei para agradecer a oportunidade que estava tendo de viajar por toda a Patagônia Argentina e Chilena em companhia de amigos queridos a bordo de uma L200 da Mitsubishi – foi uma grande viagem que começou em Curitiba e não me sai da memória. Aqui abro aspas “Obrigado João Marcos Moro pelas lições de vida e sua amizade ao dividir nossa paixão pela pesca” saudade de nossas pescarias.

Foi ali também nesse ano que me sentei pela última vez e agradeci, tomei decisões e segui em frente vendo o quanto esses queridos irmãos Daniel e Diego Simon sem esquecer do meu parceiro de aniversário Rogério Simon da Gêmeos Pesca Esportiva representam, fizeram e por terem me dado a oportunidade de ter conhecido a quase dez anos atrás esse pequeno paraíso na terra que vocês construíram. Obrigado, por emprestar meu banco. Abraços

Anúncios

~ por Pepe Mélega em 04/09/2012.

5 Respostas to “Meu Banco”

  1. Poxa vida, Pepe! Não fazia ideia de quanto esse banco é importante e marcante em sua vida. Claro que imaginava ter algo especial, mas acho nobre e muito bonito de sua parte contar coisas tão íntimas e emocionantes. Eu também me sinto muito bem na província de Corrientes, não tenho vontade de ir embora quando faço uma visita. Não sei explicar o porquê. Fico agradecido pelo carinho, pela amizade e pelo respeito. Um abraço!!!

  2. Pepe, post escrito com emoção!!!!
    Adorei, bjo.

  3. Pepe, o registro na Junta Comercial do Contrato Social da GÊMEOS, data de 20/03/2001 e, assim, ela fez dez anos em 2011. Entretanto, um empreendimento tão bem sucedido pode e deve ser festejado todos os dias. Vamos fazê-lo.
    Muito interessante: aquele BANCO, às margens do Paranazão, na propriedade da GÊMEOS, sempre foi meu lugar preferido para admirar a maravilha da natureza com aquele “mundão” de água passando e se renovando constantemente… e é quantidade de água!
    Ali também sempre agradeci a Deus o empreendedorismo de meus filhos e a felicidade que tive e tenho em acreditar no sonho daqueles jovens, na época, com mais pouco mais de 20 anos.
    Para mim, aquele “banco” é um lugar sagrado… fico feliz que também para ti tenha um significado semelhante.

    • Meu caro amigo Rogério Altair Simon, prazer enorme em ver seu comentário e é fato que a empresa Gêmeos Pesca Esportiva já completou dez anos, afinal viajei no Motor Home quando a proposta era outra, mas me referia ao sonho de outro empreendimento que nasceu em 2002, começou a concretizar-se em 2003 e hoje é esse super empreendimento conhecido como Lodge Gêmeos Pesca Esportiva e desse que me refiro que irá completar dez anos em 2013. É esse que vi se tornar esse paraíso onde está, se me permite, nosso banco e que acompanhei desde o inicio. Aqui deixo registrado que está na minha lista dos cinco melhores locais que já pesquei onde considero não somente os peixes, mas o contexto todo que se inicia no bem receber e termina com lindas imagens que alimentam nossas lembranças. Super abraço meu amigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: