Apreendendo com os erros

Corredores de Newark, NJ - USA (Foto: Pepe Mélega)

A caminhada pela estrada da fotografia não é fácil, essa é cercada de armadilhas prontas a aprisionar o viajante impedindo seu desenvolvimento constante. O aprendizado leva tempo e estamos sempre a cometer erros; ansiedade e falta de curiosidade com o novo são mais comuns do que imaginamos. O imediatismo também está presente e fica evidenciado pelo desejo de mostrar o que se faz com uma câmera a mão. Nos últimos tempo essa pratica ganhou poderosos aliados na internet com os sites de relacionamento, sites para postar imagens, blogs e site pessoais que estão lotados de imagens que podem ser apenas divertimento, mas que também podem estar promovendo um novo candidato a fotógrafo. Alguns se policiam e procuram colocar no ar, via web, seus trabalhos ou melhor seu estilo de fotografar de forma gradual, procurando mostrar mais os acertos e o que a si agrada. Outros competem para ver quem produz mais e há ainda aqueles que querem mostrar que o fazem mais rápido ainda (gatilhos ligeiros no click e na postagem junto a rede). Tudo é valido, não extinguiram a regra de que a pratica leva a evolução, ainda! Mas devemos ser mais atentos ao que publicamos e quando o fazemos temos que ter consciência de que haverá criticas e discordâncias. É natural, faz parte do processo e deve ser usado para seu aperfeiçoamento pessoal. Saber filtrar a critica embasada e separar aquela que nada significa é difícil e doloroso, pois ao apresentarmos algo julgamos ser a solução, algo definitivo e nunca pensamos que pode ser o inicio de uma boa ideia ou um caminho a seguir.
Penso muito nisso, experimento ideias expondo-as. As criticas e elogios constroem um conjunto de informações a ser analisado que alicerçam uma ideia a subir, como um prédio em construção, até ser finalizada. Erros fazem parte do processo de aprendizado, não queira elimina-los. Acertos devem ser guardados, consultados e assim realizam seu papel de guia na jornada que nunca se finda no universo da fotografia. Somos detentores de ideias, de desejos, de vontades e não de verdades. Temos opiniões que podem ser aceitas e ou contestadas criando debates e com eles aprendemos mais, entendemos melhor e talvez cheguemos mais próximo dos acertos. As vezes é bom refletir, pensar, interpretar, anotar, conferir para aprender. Entre meus erros inúmeros alguns que com certeza são pedras no caminho a serem retiradas por quem deseja a evolução.

1 – Deixar de imprimir suas imagens escolhidas. Imprimi-las significa realiza-las, traze-las ao meio e com isso passar a observa-las em vários momentos. A observação durante um tempo mostra pontos fortes e fracos da imagem e facilita nas realizações futuros.
2 – Não dar ouvidos ao observador comum. Eles podem não ter estudos fotográficos, mas em 95% dos casos é o publico que pode comprar suas imagens – publicadas em revistas, para decorar, etc. Importante saber o que eles pensam, importante descobrir como sua foto é vista.
3 – Seguir tendencias vendedoras. E com isso esquecer o que você cria, o que você faz que te agrada, procure aperfeiçoar o que você já faz antes de mudar seguindo algo vendedor no momento.
4 – Não ter respeito ao que outros fotógrafos fazem. Ter respeito é olhar, procurar entender, comentar, pensar em como faria algo semelhante para estar atualizado e não menosprezar. Aqui o amadurecimento faz a diferença, tem gente que pode te achar metido pensando que você está querendo dizer que faz melhor, mas se você demonstra respeito e procura discutir ou entender o que foi feito é porque a imagem a ti disse algo, a ti sensibilizou e não há nada de errado em pensar como a faria! Isso é a sua visão, a sua forma. Pode tornar sua imagem melhor ou pior, mas se trata de um exercício que leva a evolução.
5 – Não arrume teorias para dizer que não gosta. Você tem todo o direito de não gostar, assim como os outros têm o direito de não gostar também. Mas seja sincero, aprecie a técnica usada, o tempo dedicado, procure entender o realizado, mas se não gostou, diga. Não fale que a foto é ruim, mal feita, etc por não conhecer a técnica usada.

Parece bobagem, mas tente pensar nas cinco informações acimas, elas podem ajudar a sua evolução na fotografia.

Anúncios

~ por Pepe Mélega em 01/06/2010.

6 Respostas to “Apreendendo com os erros”

  1. Fotografando e aprendendo,e sempre procurando por quem entende do assunto. Grato pelas dicas. la tozetti

  2. Cada vez mais, Pepe, concluo ser o caminho da criação o da solidão, o caminho de Sisifo, empurrando a pedra montanha acima e todo dia ela voltando para baixo. O caninho é incerto e obscuro, e uma linha muito tênue separa a certeza de seguir um caminho da falta de senso crítico, outra muito tênue separa a fantasia da busca prática, outra idem separa a relevãncia aguda da incompreensibilidade ou tolice. Seria muito mais chato se não fosse assim, porque por ser assim as coisas podem ser aventuras existenciais dignas de serem vividas. E a solidão existe porque é preciso sustentar a sua concepção mesmo quando todos a dizem sem sentido. Podemos estar errados -mais provavelmente- ou podemos estar certos, mas não é seguindo a manada que se faz algo que preste.

  3. Grande reflexão Pepe, muitas vezes nos perdemos procurando focar, trazer resultados, atingir objetivos, etc.. e esquecemos o que nos trouxe a fotografia, o prazer de fotografar e ter o produto de nossa inspiração e transpiração em mãos para ver e mostrar.

  4. Olá Pepe!

    Tanto este quanto o post anterior me tocaram…
    Compartilho de suas idéias e sugestões.

    grande abraço,
    Ari

  5. Informações preciosas essas acima, assim como outras que no pouco tempo que acompanho seu blog pude ler e passar a seguir. Sábias palavras que surgem na minha vida na hora certa. Valeu!
    Abs, Adriana.

  6. Obrigada pelas dicas e comentários, informações assim nos leva a continuar fotografando e apredendo. abraços – luiz antonio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: