Premios motivam a trapaça?

A foto vencedora em questão (Foto: Jose Luis Rodriguez)

Estão questionando a veracidade da foto acima que ganhou o Veolia Environment Wildlife Photographer of the Year 2009. Independente dessa ser verdadeira ou não ela é de uma execução técnica excelente. A discussão se prende ao fato do fotógafo Jose Luis Rodrigo ter usado um “modelo” ao invés de ter fotografado um animal de hábito selvagem. Questiona-se que o Lobo em questão é uma animal que vive no zoológico perto de Madri, Espanha e atende pelo nome de Ossian. Me questiono quanta gente envolvida em uma mentira capaz de retirar um animal do zoo leva-lo a uma fazenda e atraído com um bom pedaço de carne executar o salto magistralmente registrado. Repito o momento do click é mágico, perfeito, requintando por uma técnica de iluminar excelente. Mas vêm a pergunta é valido em um concurso que se destina a premiar fotos de vida selvagem? O que vocês acham? Até onde compromete a credibilidade de um evento tão importante?

Fico atormentado, já vi fotos de Lobo Guará ganhar prémios e sabemos que esses são atraídos pela “refeição” oferecida pelos homens da fé franciscana em uma cidade de Minas Gerais. Mas também já vi a intimidade de algumas pessoas com animais realmente selvagens que pela insistente necessidade de conhecer seus hábitos acabaram sendo aceito com “membro igual a espécie”. Confuso e querendo entender a que ponto é correto pensar em como as imagens são feitas, afinal o que conta é a imagem! Mas e aqueles que realmente passam dias de suas vidas no sacrifício para realizar uma imagem real podem ser ludibriados em um concurso. O que vocês acham?

Mais link sobre o assunto: Folha Online/UOL

Anúncios

~ por Pepe Mélega em 22/12/2009.

11 Respostas to “Premios motivam a trapaça?”

  1. A imagem em si é perfeita, super bem realizada, quanto à “produção” nota 10, quanto a ética, lamentável, fica a discussão: a foto evidencia o declínio da vida selvagem? O quanto seria mais difícil registrar esta cena “autenticamente” ?

    • O declínio é real Vicente, a cena autentica pode existir como um momento de fuga, mas se for um momento de captura por parte do lobo não seria assim que esse iria se aproximar e dar o bote. Nesse ponto concordo com a analise de um especialista: “já que uma espécie selvagem muito provavelmente tentaria passar espremida por entre as barras.” Abs

  2. Wild is wild. Captive is captive. Não vejo margem alguma para interpretação. [ ]s ig

  3. Uma opinião momentânea de quem chegou agora e veio pensamentos.
    Acredito que o principal objetivo do concurso é a foto, embora o tema pode ser levado em consideração. Se forjado ou não, pelo que li essa foi a foto verdadeira. Sem PS ou truques de montagem, independe se o animal é ou não selvagem, ele mostrou um lobo em extinção?..(sic)
    Prêmios como na publicidade faz pensadores criarem peças destinadas apenas para concorrer. Geralmente não veiculam os anuncios de concursos, como em Cannes e outros.
    Até onde é legal? Não sei, mas nesse caso em sí, sinceramente ele passou a mensagem. Pepe, vc como pescador, pode tirar uma foto de um peixe mais fácil que eu..
    eu teria q recorrer ao Ceasa..rsrs… Ver mais
    Abraços…

    • Opps, entendo Ramírez, mas há regras para concursos de vida selvagem e os outros inscritos que dedicaram tempo com sacrificio para fazer a foto na vida selvagem? A foto me diz muito, está hiper bem feita, há uma mensagem, mas se foi construída está fora dos requisitos para participar!. Abs

  4. Também acho a foto muito bem registrada. Concordo em partes com o que o Ramirez falou sobre ser pior se fosse PS, mas se realmente foi uma montagem acredito que deveria haver uma punição, visto que as regras do concurso não proibíam uso de “modelos” desde que fosse declarado no momento da inscrição. Mas também acho que devemos esperar o resultado da investigação antes de julgar o fotógrafo.

    Abraços
    Denis

    • Denis, não estamos julgado o fotógrafo, meu texto não tem essa pretensão, assim como as respostas. Estamos mostrando um fato que tem se repetido em concursos ultimamente, não é o primeiro caso no ano de uma revisão aos premiados. Posso citar pelo menos cinco episódios no ano. A questão é premios motivam a trapaça? Abs

  5. Se houver qualquer desacordo com os termos do regulamento a foto deve ser desclassificada. Continua sendo uma excelente fotografia, mas não pode ser premiada. Se o fotógrafo não cumpriu algum requisito, de caso pensado ou não, deve ser desclassificado, senão estaremos estimulando que prêmios motivem trapaça.

  6. É uma excelente foto, porém ser tiver sido fabricada, na minha opinião perde força sim, pois não é uma foto de vida selvagem, mas sim de uma vida controlada. Ética é uma palavra complicada há séculos e que vem perdendo sentido nas últimas décadas em uma velocidade espantosa.

  7. eu acho uma verdadeira trapaça, mesmo a imagem tendo uma técnica excelente… fica mto fácil ter um modelo… não concordo com a “fabricação” dessas imagens, e fico pensando no que vc disse acima, e os outros fotógrafos que se sacrificam em nome da fotografia real??
    R. Com certeza se frustam. Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: