Onde está a saída

Vila de Paranapiacaba, SP (foto Pepe Mélega)

Vila de Paranapiacaba, SP (foto Pepe Mélega)

A PhotoImageBrasil passou, encontrei com várias pessoas, ouvi várias histórias e percebi muitos coisas. O mundo não mudou, continua sendo habitado pelos pessimistas e pelos otimistas. Realista é aquele que têm emprego e recebe no final do mês (não importando se gosta ou não do que faz) e esses por falta de definição se dizem realistas, mas é outra história.
É nítido como tudo gira em torno dos que acreditam e dos que não acreditam, para uns a profissão de fotógrafo está acabado e para outros apenas começando. Alguns têm muito bagagem, experiência e ficam esperando cair do céu o reconhecimento de um trabalho bem feito e isso não acontece mais, não adianta (aprendi do jeito mais difícil). Hoje o que conta é o marketing pessoal, é a agilidade em resolver a foto, em ensinar (recebendo por isso), em disponibilizar a imagem que precisam e tudo isso a um preço mais realista em um mercado muito competitivo. Ganha quem tem agilidade+preço é um fato!!
A qualidade pode ser uma griffe e isso é bom, desde que você seja ágil e cobre justo – não adianta baixar as calças para ganhar um orçamento, isso é um tiro no pé. Vale a pena repensar nos valores que praticamos. O justo é o tempo que você gasta para elaborar a imagem + agilidade de entrega do job + qualidade. Isso tem preço, alguns calculam o custo do uso e pode ser valido, mas também pode tirar do mercado. Por isso para dar uma virada é necessário saber o que se quer fazer com sua fotografia comercial e separar um período de tempo para realizar seus projetos autorais. Pense nisso!
Durante muitos anos recebi bem para resolver editoriais em revistas no seguimento de vida outdoor. Hoje tem fila para fazer sem custo, para curtir a viagem com a desculpa de projetar o nome no mercado e apreender. Funciona para os donos de revistas e funciona mal, economizam, mas estão vendo a qualidade despencar. Qualidade de imagem e de informação.
Eu gosto do seguimento, é uma cachaça, o telefone toca convidando e não resisto. Tenho freado meu impulso, tenho realizado mais projetos que iniciei os contatos para realiza-los e têm dado certo. Mas porque sou teimoso, pois no final do mês estou maluco com as contas! Então decidi que 2/3 do mês faço a fotografia comercial e 1/3 dedico aos projetos que podem render depois de prontos (livro autorais, matérias prontas, banco de imagem). Apesar de ter aprendido a fotografar de tudo diminui o leque, não dá para o ser o cara em tudo, né. Então optei por menos atividades dentro do que gosto de fazer, dimensionei melhor meu equipamento para isso, vendi o excesso e investi em portabilidade em todos os sentidos. Se preciso achar uma imagem que me pedem ela tem que estar a mão para ser remetida. Se preciso carregar luz para fazer uma foto ela deve pesar pouco e resolver o problema. Se preciso de distancias focais diversas, sem problema, com a qualidade atual das lentes com duas zoom você resolve um montão de situações com cinco lentes se dá nó em pingo d’água. Puxa a era digital facilitou demais, mas o segredo está em ser racional, ser eficaz, entregar o que o seu publico (cliente) quer e não o que você deseja.
Já está pensando, né . Tipo:”eu sou melhor do que isso” , e dai se o mercado não quer o nosso melhor. Sejamos racionais (não realistas), mercado há e cresce, o fato é que temos que trabalhar mais, com agilidade, com portabilidade, com qualidade para poder vencer no atual momento.
A saída existe, dói, mas é evidente: temos que mudar o conceito para continuar fazendo o que gostamos, sabemos fazer e merecermos ser remunerados por isso. O oficio existe e remunera, enxergue seu patamar e se dedique a ele!

Anúncios

~ por Pepe Mélega em 17/08/2009.

5 Respostas to “Onde está a saída”

  1. Ser racional + ter qualidade + ter um diferencial + conseguir agilidade + portabilidade + melhor preço = projeção no mercado!

    Gostei do artigo
    Parabéns
    Abs
    Henrique Ribas
    http://www.henriqueribas.com

  2. Falou e disse Pepe!

  3. Oi querido,
    Acredita que ainda não havia passado por aqui? Que vergonha!
    Adorei tê-lo encontrado em SP e gostei muito de conhecer seu blog!
    Com certeza virei aqui mais vezes!
    Beijo grande, Lúcia

  4. Belo texto Pepe !

    Parabens !

  5. Um texto inteligente e direto. É importante estar atento e ler e ouvir seus conselhos, eles tem sido um diferencial para meu crescimento profissional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: